sábado, 6 de dezembro de 2008

CONHEÇA O ARTISTA

SIDNEY LIZAR

O artista Lizar, pseudônimo artístico de Sidney Lizardo nasceu em Miracatu, SP, em 1939. Além de pintor, desenhista, gravador e escultor é ativista cultural e coordenador de eventos artísticos. Autodidata em pintura fundou a Associação dos Artistas Plásticos de São Paulo e tornou-se seu primeiro presidente, em 1974.


Participou de inúmeras exposições individuais e coletivas, destacando-se entre elas:


Movimento de Arte em Santana, Santana de Parnaíba, SP (1970);


Faculdade Paulista de Música, SP (1972 e 1973);


37º Salão Paulista de Belas Artes, SP (1972);


Salão da Associação Paulista de Belas Artes, SP (1973);


Galeria KLM, SP;


Espaço Cultural do Banco Mercantil Finasa;


Salão Oficial do Embu, Embu, SP (1974);


Galeria Itaú Cultural (1976 e 1982);


Bienal Nacional 76, na Fundação Bienal, SP (1976);


Clube Zhale Lions, SP (1977);


Museu de Arte de Osasco, SP;


Delegacia Regional do Ministério da Cultura;


Museu de Arte de Mococa, Mococa, SP (1978 e 1989);


3º Chapel Art Show, SP;


Semana da Cultura Negra, Masp (1979);


Galeria Ladeira (1981);


Associação Médica de Santos, Santos, SP (1982 e 1986);


1º e 4º Projeto Zumbi, Masp, SP (1983 e 1986);


Centro Cultural Bela Cintra (1984);


Funarte;


Espaço Cultural Almeida Barone, SP (1987);


A Mão Afro-Brasileira, MAM, SP (1988);


The California Afro-American Museum, Los Angeles, Estados Unidos (1989);


The Bronx Museum of the Arts, Nova York, Estados Unidos (1990);


MAB/FAAP, SP (1992);


Arqueologia Mental em Comemoração aos 300 Anos de Zumbi dos Palmares, na Galeria de Arte Portal, SP e no Museu da Caixa Econômica Federal, Porto Alegre, RS (1995);


Afro-Brasilidade, no Centro Universitário Maria Antonia, USP (1997);


Espaço Cultural Banespa Paulista, SP (1998);


Pinacoteca do Estado, SP (2000);


Espaço Cultural Centenário (2001);


Espaço Céu do Itaim, SP (2007) e "Raízes da Arte Brasileira", Espaço São Paulo Office Services (2008).





Possui obras em diversas coleções particulares nos Estados Unidos, no Museu Afro Brasileiro de São Paulo e no Museu de Arte do Parlamento de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça seu Comentário no Miracatuando